Divulgação

Grupo Universitário de Teatro

Cena da peça Os Irmãos das Almas, de 1943


Criado dentro da Universidade de São Paulo (USP) sob a direção artística de Décio de Almeida Prado, o Grupo Universitário de Teatro, é uma das raízes do Teatro Brasileiro de Comédia, junto com o Grupo de Teatro Experimental, de Alfredo Mesquita.

Em 1943, o grupo surgiu com o patrocínio do Fundo Universitário de Pesquisa e o incentivo do reitor Jorge Americano, ligado à Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras da USP. No mesmo ano, estreia 3 peças são elas: Auto da Barca do Inferno, de Gil Vicente; O Irmão das Almas, de Martins Pena, e Pequenos Serviços em Casa de Casal, de Mário Neme. Cacilda Becker, já formada, ajudou na realização dos espetáculos.

Dois anos depois, em uma segunda temporada, levam ao público Farsa de Inês Pereira, de Gil Vicente, no Theatro Municipal da capital paulista.

Não conseguindo encontrar um original brasileiro adequado ao que pretendia apresentar, o Grupo de Teatro Universitário, em 1947, escolhe encenar O Baile dos Ladrões, de Jean Anouilh, continuando com a ideia de fazer um teatro de alta qualidade e voltado a um público intelectualmente exigente. No ano seguinte, com a fundação do Teatro Brasileiro de Comédia (TBC) parte do grupo é absorvido pelo profissionalismo.

Espetáculos:

1943 - O Auto da Barca do Inferno
1943 - Pequenos Serviços em Casa de Casal
1943 - Os Irmãos das Almas
1945 - Farsa de Inês Pereira e do Escudeiro
1945 - Amapá
1946 - Os Irmãos das Almas
1946 - Todo Mundo e Ninguém
1946 - Pequenos Serviços em Casa de Casal
1946 - Auto de Mofina Mendes
1946 - A Farsa de Inês Pereira
1946 - O Auto da Barca do Inferno
1947 - O Baile dos Ladrões
1948 - O Baile dos Ladrões
Click News

Assine nossa newsletter

Nome
E-Mail
Promoções

Séries de TV

De A a Z